Mudas de Mutambo

Desconto especial em compras acima de 20 unidades
Mudas de Mutambo embalagem com uma unidade
As mudas serão enviadas somente por Sedex, ou entre em contato para outro método de envio
R$ 6,50
Nome Popular Mutambo, mutamba, fruta de macaco, embira, embireira, embiru, pau de pomba, guamaca, periquiteira, pojó, mutamba verdadeira, envireira, pau de bicho, guaxima macho, guaxima torcida, araticum bravo
Tempo de Viveiro De 6 a 8 meses
Tamanho da Muda 1 m
Volume do Tubete 290 cm³
Peso da Muda 300 gramas
Nome Científico

Guazuma ulmifolia

Família Malvaceae
Síndrome de Dispersão Zoocórica
Sinomínia Botânica

Theobroma guazuma L., Guazuma utilis Poepp., Bubroma guazuma (L.)Willd

Grupo Ecológico Pioneira
Classificação Sucessional Secundária Inicial
Ameaça de Extinção Não Ameaçada
Origem Acre, Amapá, Amazonas, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraná, Rondônia, Roraima, Tocantins
Locais de Ocorrência Centro-Oeste, Norte, Sul
Onde Plantar Ruas, avenidas, parques, jardins, praças e margens de corpos d'água
Luminosidade Sol Pleno
Solo de Plantio Áreas Secas
Porte da Árvore De 10 a 15 metros
Utilidades Caixotaria, Carvão, Frutíferas para Passáros , Mata Ciliar, Para Sombra
Madeira Leve, mole, de baixa resistência mecânica, textura porosa, pouco durável quando exposta.
Tronco Tronco de 30-50 cm de diâmetro, revestido por casca acinzentada com ritidoma estriado.
Folha Folhas simples, largamente ovais, de margem denteada ou mais comumente serreada, glabras na face ventral, ferrugíneo-tomentosas em ambas as faces quando novas, com nervação actinódroma, de 10-13 cm de comprimento por 5-10 cm de largura.
Flor Flores masculinas amareladas e as femininas róseas ou lilases; estão dispostas, em ambos os casos, em panículas axilares e terminais.
Fruto Frutos cápsulas indeiscentes com semetentes piriformes.
Fruta Comestível Não
Potencial Paisagístico Bela copa e boa sombra durante o ano inteiro. Os frutos atraem pássaros.
Fenologia Floresce a partir do final do mês de setembro, prolongando-se até o início de novembro. A maturação dos frutos ocorre em agosto-setembro, entretanto permanecem na árvore por mais algum tempo.
Possui Propriedades Medicinais? Sim
Propriedades Medicinais Suas folhas e raízes são empregadas na medicina caseira em todas as regiões onde esta planta é encontrada, com base na tradição popular, mas sua eficácia e segurança não foram, ainda, comprovadas cientificamente. Em Belize, o chá de suas folhas é empregado contra disenteria e diarreia, para o tratamento de problemas relacionados com a próstata e como um estimulante uterino para facilitar o parto. No México esta planta tem uma longa história de uso indígena, sendo o chá da casca empregado para facilitar o parto, para aliviar as dores gastrointestinais, para tratar asma, febre diarreia e disenteria. Na medicina tradicional do Peru o chá de suas folhas é empregado no tratamento de doenças renais e hepáticas e para disenteria. Na Guatemala é usada principalmente para o tratamento de problemas gastrointestinais. No Brasil sua casca é considerada diaforética, sendo usada para tosse e bronquite, asma, pneumonia, febres e para problemas hepáticos. Os frutos, embora não sejam oleaginosos, são usados no Nordeste do Brasil para preparação de um óleo para cabelo, reputado excelente para impedir sua queda.