Mudas de Murta

Desconto especial em compras acima de 20 unidades
Mudas de Murta embalagem com uma unidade
As mudas serão enviadas somente por Sedex, ou entre em contato para outro método de envio
R$ 6,50
→ Desconto à vista no depósito bancário
→ 1 x de R$ 6,50 no cartão de crédito

Conhecida como

 Murta

Nome cientifico

Murraya paniculata , Murta-de-cheiro, Dama-da-noite, Jasmim-laranja, Murta, Murta-da-índia, Murta-dos-jardins

Sementes/kg

14.900

Família

Rutaceae

 Origem

Àsia, Indía, Malásia

Altura (Metros)

4.7 a 6.0 metros, 6.0 a 9.0 metros

Dados sobre a espécie

A murta-de-cheiro é um arbusto grande ou arvoreta, que pode alcançar até 7 metros de altura. Muito utilizada para a formação de cercas-vivas, a murta-de-cheiro apresenta ramagem lenhosa e bastante ramificada. Suas folhas são pinadas, com 3 a 7 folíolos pequenos, elípticos, glabros, perenes, brilhantes e de coloração verde-escura. Durante todo o ano produz inflorescências terminais, com flores de coloração branca ou branca-creme, com perfume que lembra jasmim e flor-de-laranjeira. Os frutos são do tipo baga, oblongos, carnosos, pequenos, de coloração vermelha a alaranjada e são muito atrativos para os pássaros.

Na antiguidade, os ramos floridos de murta-de-cheiro eram usados para confeccionar arranjos que adornavam os cabelos das noivas. Adequada para cercas vivas formais ou informais, ela apresenta rápido crescimento quando jovem, que vai decrescendo com a idade, reduzindo sua manutenção. Para a formação de cercas vivas, plante as mudas distanciadas em um metro umas das outras. Também é adequada para a arte do bonsai, devido às folhas pequenas e floração decorativa.

A murta-de-cheiro é sensível a cochonilhas, pulgões, nematódios, mosca-branca e clorose férrica. Além disso é hospedeira do psilídeo Diaphorina citri, transmissor do Greening dos Citros (doença causada pela bactéria Candidatus Liberibacter americanus). Esta doença causa sérios prejuízos econômicos à citricultura, motivo que levou algumas cidades a realizarem programas de erradicação da murta-de-cheiro do paisagismo urbano e rural. Devido a facilidade de propagação pode tornar-se invasiva.

Deve ser cultivada sob sol pleno ou meia-sombra, em solo fértil, drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado periodicamente; principalmente no primeiro ano após o plantio. Podas de formação e desfolhamento na primavera estimulam a renovação da folhagem e adensamento da planta. Aprecia o clima tropical, subtropical e mediterrâneo, tolerando o frio moderado, sem no entanto tolerar geadas fortes. Adubações semestrais e suplementação com quelatos de ferro ajudam a prevenir a clorose férrica e fortificam a planta. Multiplica-se por sementes e por estaquia dos ramos semi-lenhosos.

Quebra de dormência

Deichar de molho na agua temperatura normal por 24 horas antes do plantio

Local de Plantio

O plantio pode ser feito em canteiros diretamente ou em embalagem plástica. Orienta-se a utilização de substrato ou terra vegeta

Semeio

Para que se faça uma muda, coloca-se de 2 a 3 sementes por cova/embalagem. Após o semeio, cubra com terra superficialmente

Irrigação

Irrigue no mínimo 2 vezes ao dia

Germinação

15 a 45 dias