Lobeira

Produto esgotado
Esse produto está esgotado

Lobeira

Nomes Populares: Lobeira da Mata, Fruta-de-Lobo e Beringela.

Nome Cientifico:  Solanum lycocarpum

Sementes por kg: 65.700

Ocorrência: Em todo o Brasil tropical e subtropical, com predominância nos cerrados e campos cerrados do Brasil Central.

Morfologia: Planta espinhenta de 3-5 m de altura, dotada de copa arredondada e rala com ramos frágeis. Geralmente se apresenta como simples arbusto de menos de 2 m de altura. Tronco tortuosos e cilíndrico, de 15-30 cm de diâmetro, com casca grossa e fissurada longitudinalmente. Flores solitárias ou em pequenas panículas terminais. Fruto baga globosa, tomentosa, de cor verde-amarelada mesmo quando madura, de 8-15 cm de diâmetro, com polpa carnosa e suculenta.

Fenologia: Floresce durante quase o ano todo, com predominância durante o inverno. Frutos maduros na primavera.

Informações Ecológicas: Planta decídua, heliófita, seletiva xerófita, pioneira, característica e exclusiva de formações abertas, principalmente de cerrados e campos cerrados. Sua frequência é abundante, com dispersão contínua e regular ao longo de sua vasta área de distribuição. Ocorre preferencialmente em formações secundárias abertas de terrenos elevados, tanto de solos argilosos como arenosos, porém bem drenados e de baixa fertilidade.

Madeira: Leve, macia ao corte, de textura média, grã direita, de baixa resistência e muito sujeita ao apodrecimento.

Informações Complementares: A madeira, pelas pequenas dimensões disponíveis, é empregada apenas para caixotaria e para lenha para carvão. Os frutos são comestíveis e reputados como medicinais. Também muito consumido por animais silvestres, principalmente o lôbo-guará e morcegos frugívoros. Planta rústica e de crescimento vigoroso, qualidades que a fazem desejável como planta pioneira para reflorestamentos.