Candeia

Produto esgotado
Esse produto está esgotado

Candeia

 

Nome Popular

Candeia, candeia verdadeira, cambará, dedal, dedaleira, dedaleiro, pacari, pau de candeia.

Nome Científico

Eremanthus erythropappus

Família

Asteraceae

Síndrome de Dispersão

Anemocórica

Sinomínia Botânica

Vanilosmopsis erythropappa (DC.) Sch. Bip., Albertinia erythropappa DC., Albertinia candolleana Gardner, Albertinia claussenii Sch. Bip. ex Baker, Albertinia incanescens Mart. ex Baker, Vernonia glomerata Sch. Bip., Vanillosmopsis canolleana (Gardner) Sch. Bip.

Grupo Ecológico

Pioneira

Sementes por kg

2.200.000

Ameaça de Extinção

Não Ameaçada

Ocorrência conforme resolução SMA 08 - Estado de São Paulo

Cerrado - Centro, Floresta Estacional Semidecidual - Centro, Floresta Estacional Semidecidual - Sudeste, Floresta Ombrófila Densa - Sudeste

Origem

Espirito Santo, Goiás, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo

Locais de Ocorrência

Centro-Oeste, Sudeste

Onde Plantar

Praças e parques públicos.

Solo de Plantio

Áreas Secas

Porte da Árvore

De 5 a 10 metros

Utilidades

Construção Civil

Madeira

Pesada (densidade 0,99 g/cm³), textura grosseira, de alta resistência ao ataque de organismos xilófagos (quase imputresacível).

Tronco

Tronco tortuoso de 25-35 cm de diâmetro, revestido por casca acinzentada, grossa e suberosa, com fissuras longitudinais.

Folha

Folhas com pecíolo lepidoto de 0,3-1,5 cm; lâmina oblanceolada a elíptica, de ápice agudo a acuminado e base aguda a acuminada, margens inteiras, membranácea, glabra na face superior e densamente lepidoto-tomentoso de cor cinzenta ou branca na inferior, de 5-10 cm de comprimento por 1,6-3,6 de largura.

Flor

Inflorescências com pedúnculo tomentoso de até 23 cm, em glomerulescência ou cimeiras compostas de 100 ou mais glomérulos, cada um com 6-12 capítulos.

Fruto

Frutos aquênio com papo 3-4 seriado.

Fruta Comestível

Não

Potencial Paisagístico

Não possui um perfil ornamental.

Fenologia

Floresce durante os meses de junho a outubro. Frutos maduros de julho a novembro.

Possui Propriedades Medicinais?

Não

Propriedades Medicinais

Não

Tempo Médio de Emergência

60 Dias

Sementes por Pacote

15400

Mês de Coleta

Outubro

Classificação

Ortodoxa

Longevidade e Armazenamento

Suas sementes possuem longevidade em torno de um ano.

Colheita

As infrutescências por inteiras devem ser colhidas diretamente da árvore quando se inicia a queda espontânea dos primeiros aquênios (frutos), deixando-as em seguida secar à sombra para completar a liberação dos mesmos; estes, após a remoção do tufo de pelos presente em uma de suas extremidades (papus) por esfregamento manual, já podem ser utilizados como sementes.

Quebra de Dormência

Não há necessidade.

Como Plantar

As sementes assim obtidas (aquênios sem o papus) devem ser semeadas logo que colhidas em canteiros semissombreados preparados com substrato organo-arenoso. Com baixa taxa de germinação. O crescimento das plantas é lento.